Rebentou a bomba: Alegada namorada de Bruno Savate acusa amigas de Joana de racismo

Bruno Savate foi acusado de trair Joana Albuquerque com Jéssica Neves. Esta veio agora desmentir que namore com o ex-concorrente do “Big Brother” e acusa amigas da ‘beta’ de Cascais de racismo.

10 Mai 2021 | 16:50
-A +A

O namoro de Bruno Savate e Joana Albuquerque terminou recentemente e o antigo pugilista de boxe francês foi acusado de ter traído a ‘beta’ de Cascais com Jéssica Neves. Agora, a alegada amiga especial do ex-concorrente do “Big Brother – Duplo Impacto” veio a público esclarecer tudo.

Tudo começou quando os fãs do nortenho repararam que a jovem tinha comentado uma publicação do ex-participante de vários reality shows da TVI e colocado ‘gosto’ em vários comentários em que seguidores a apontavam como a rapariga responsável pela separação entre Bruno Savate e Joana Albuquerque. Jéssica Neves foi ainda ‘apanhada’ a jantar com o antigo companheiro da designer num restaurante em Lisboa.

Porém, a jovem contou que é apenas amiga do ex-concorrente do “Big Brother”. “Não sou eu a razão do fim do relacionamento que ele tinha com a Joana e muito menos o ‘novo amor’”, começou por dizer a um site.

 

Amiga de Bruno Savate diz-se alvo de ataques racistas

 

Jéssica Neves confessou ainda que foi alvo de vários ataques dos fãs da cascalense. “Nunca pensei que um par de comentários tivesse um impacto tão grande porque, lá está, nem tudo aquilo que parece é (…). Acho lamentável que as amigas e fãs da Joana, que se autointitula de beta e rainha de Cascais, me chamem de macaca, preta, cacau e outros tantos nomes insultuosos ou racistas”, referiu ainda ao Dioguinho.

Quanto ao jantar, segundo a alegada amiga especial de Bruno Savate, foi apenas um convívio social entre pessoas próximas. “Fui jantar com o Bruno, com um amigo que não me deixou na mão numa altura destas”, findou.

Também Bruno Savate, sem nunca se referir a Jéssica Neves nem a ninguém ligado a Joana Albuquerque, já veio falar de racismo. “Comentários racistas e invasão de privacidade dá direito a processo. Fora a difamação…”, escreveu, esta segunda-feira, no Twitter.

 

 

Texto: Carolina Sousa com Dúlio Silva; Fotos: reprodução redes sociais

PUB
Top