“Quem gostavas que te apagasse o fogo?”: Mónica Sintra não tem dúvidas… José Fidalgo

Mónica Sintra não tem dúvidas que gostava que José Fidalgo lhe “apagasse o fogo”. Saiba o que a cantora disse mais sobre este assunto.

20 Mar 2021 | 14:00
-A +A

Mónica Sintra respondeu com fairplay a muitas perguntas atrevidas da equipa da RFM, na rubrica Cara Podre. Uma das que gerou mais risota foi: “Quem gostavas que te apagasse o fogo?”. A nível internacional, a cantora destacou George Clooney. “Ele pode deixar o café que tenho cá em casa. Pode vir sem nada. Está ótimo”, começou por referir a artista.

No panorama português, Mónica tem vários homens que admira, mas escolheria José Fidalgo. “E estou um bocado chateada porque eles no ‘Amor Amor’ [novela da SIC] podiam ter-me pedido para fazer uma participação no corpo de bombeiros”, brincou a artista, adiantando aos radialistas que, no final de 2020, pediu um novo amor, no entanto, este ainda não apareceu. “Mas ainda vamos a meio do ano”, refere com otimismo.

Mónica Sintra acabou com um namorado durante uma viagem à Jamaica

Questionada sobre quantas vezes lhe perguntam se, afinal, havia outra, Mónica Sintra adianta que muitas. “Quando eu gravei a música ainda não havia outra, mas ao longo da minha vida já me aconteceu esta situação”, referiu a comentadora do “Passadeira Vermelha”, na SIC Mulher, que confessou ainda que a pior viagem que fez foi à Jamaica. “Foi com um namorado e acabámos lá. Quando cheguei a Portugal ainda tive de dar aquele ar de que estava tudo bem, porque estávamos na capa de uma revista a dizer que ele era o meu grande amor. Ainda por cima paguei [a viagem].”

Não há ninguém a tentar tramar-me

Mónica Sintra respondeu também qual a melhor parte e a pior de ter a sua mãe como manager. “A pior é quando quero chamá-la a atenção de alguma coisa em que não estamos em concordância e eu não quero dizer logo aquela coisa: ‘Quem manda aqui sou eu!’. Tento dar a volta à questão, ao discurso, para tentar ser o mais correta possível. Coisas boas é que ninguém me ‘passa a perna’. A minha mãe é muito esperta e não há ninguém a tentar tramar-me”.

Texto: Carla S. Rodrigues; Fotos: Redes sociais

Leia também:

 

PUB
Top