Mínimo de audiência: Cristina Ferreira já perde para Fernando Mendes e fica em terceiro

À terceira emissão de “Cristina ComVida”, da TVI, Cristina Ferreira não só voltou a ser derrotada por novelas da SIC como também já foi vencida por Fernando Mendes, em “O Preço Certo”, da RTP1.

01 Abr 2021 | 15:40
-A +A

Cristina Ferreira tem em mãos a difícil tarefa de recuperar para a TVI a liderança das audiências na faixa de acesso ao horário nobre, algo que já não acontece desde “Apanha Se Puderes”, também conduzido pela apresentadora, em parelha com Pedro Teixeira. Mas está longe de o conseguir. Nesta quarta-feira, então, o cenário agravou-se e “Cristina ComVida” registou a audiência mais baixa das três emissões.

Depois de, no dia anterior, a Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI ter celebrado um aumento de praticamente 67 mil espectadores face à estreia, a terceira emissão de “Cristina ComVida” recuou e obteve uma audiência média de 682 mil e 600 espectadores, tendo assinalado 16,1% de share. Contas feitas, foram menos cerca de 111 mil espectadores em comparação com o primeiro programa e menos 178 mil em relação à emissão anterior.

Números à parte, há outro dado a assinalar: com este terceiro “Cristina ComVida”, a TVI foi ultrapassada pela primeira vez no horário pela RTP1 e “O Preço Certo”, com Fernando Mendes, recuperou a vice-liderança. O primeiro lugar continuou a ser da SIC, com as novelas da Globo “Viver a Vida” e “Êta Mundo Bom!”. Durante o confronto com o programa de Cristina Ferreira, a estação de Paço de Arcos foi acompanhada, em média, por cerca de 1 milhão de espectadores.

 

“Dois às 10” não alcança vitória com Dolores Aveiro

 

De manhã, “Casa Feliz” voltou a ganhar por uma diferença mínima a “Dois às 10”. O matutino da SIC, conduzido por Diana Chaves e João Baião, captou a atenção de 410 mil e 800 espectadores, com 20,3% de quota de mercado. Já Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos fidelizaram à antena da TVI 401 mil e 200 espectadores, tendo registado 19,9% de share no dia em que a apresentadora entrevistou, em direto, a partir do Funchal, Madeira, Dolores Aveiro“Praça da Alegria”, com Sónia Araújo e Jorge Gabriel, ficou-se pelos 215 mil e 200 espectadores e a quota de mercado fixou-se nos 11%.

No dia em que “Amor Amor” deu à SIC a segunda melhor audiência de sempre, a estação voltou a ser a mais vista em Portugal, com 21,2% de share, contra os 16,8% obtidos pela TVI e os 12,1% alcançados pela RTP1.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: reprodução redes sociais

PUB
Top