“Linguagem rude e malcriada” assumida: Malato pede desculpa a Ricardo Araújo Pereira

José Carlos Malato reconheceu o erro e veio pedir desculpa a Ricardo Araújo Pereira, alguém que diz respeitar e admirar. No dia anterior, o apresentador dizia que o humorista era “um lambe colh**s”.

11 Mai 2021 | 22:05
-A +A

José Carlos Malato usou as redes sociais para criticar a forma como Ricardo Araújo Pereira modera as entrevistas no programa da SIC “Isto é Gozar com Quem Trabalha”. As palavras do apresentador da RTP foram consideradas grosseiras por muitos seguidores e, embora tenha apagado a mensagem da sua conta de Instagram, o assunto tornou-se viral nas redes sociais. Agora, Malato, de 57 anos, assume que exagerou na linguagem e faz um pedido de desculpa público ao humorista.

“Admiro o RAP no ‘Governo Sombra’ [programa transmitido pela TSF e pela SIC Notícias]. Na primeira parte do programa de domingo – tutorial -, também. Na segunda parte – a das entrevistas -, é um lambe colh**s. E é pena!”, escreveu o rosto do canal público, este domingo, 9 de maio, na sua página oficial do Instagram, após a exibição do programa da SIC.

 

José Carlos Malato reconhece “linguagem exagerada, rude e malcriada”

 

José Carlos Malato acabou por reconhecer que exagerou nas palavras e recorreu à mesma plataforma digital para assumir o erro. “Referi-me à forma como o Ricardo Araújo Pereira faz as entrevistas finais do seu programa com uma linguagem exagerada, rude e malcriada. Publiquei aqui esse post e apaguei-o de seguida”, escreveu o apresentador.

Depois, pediu perdão: “Devo ao Ricardo Araújo Pereira, pessoa que respeito e admiro pessoal e profissionalmente, um pedido de desculpas público. Aqui está ele”.

 

Ricardo Araújo Pereira bate recorde… com entrevista

 

Ironicamente, o segmento de “Isto é Gozar com Quem Trabalha” que motivou a crítica de José Carlos Malato foi o programa mais visto do dia. E mais: bateu recorde, tendo sido a entrevista mais vista do ano.

Neste domingo, Ricardo Araújo Pereira esteve à conversa com ex-ministro Miguel Poiares Maduro. A segunda parte do programa agarrou à antena da SIC 1 milhão e 607 mil espectadores. Assinalou 29,4% de quota de mercado. Já a primeira, em que o humorista se debruça sobre a atualidade, foi o segundo programa com mais audiência do dia, tendo sido acompanhado por 1 milhão 510 mil os espectadores e registado 26,8% de share.

 

Texto: Carla S. Rodrigues e Dúlio Silva; Fotos: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB
Top