“Levou-me a três meses de cama”: Anabela Moreira fala sobre traição a Daniel Oliveira

A atriz, de 46 anos, foi protagonista do “Alta Definição”. Anabela Moreira despiu-se a Daniel Oliveira e fez revelações bombásticas.

26 Nov 2022 | 17:20
-A +A

Anabela Moreira foi a convidada de Daniel Oliveira deste sábado, dia 26, no “Alta Definição”. A atriz falou sem filtros sobre a sua infância e tocou em vários temas que, durante muito tempo, foram causadores de grandes mágoas.

De ‘pés e cabeça’ focada nos projetos em que se envolve, a atriz acredita que esta faceta vem dos ancestrais, começando pelo exemplo do progenitor: “O meu pai está a lutar contra o cancro, mas vai trabalhar todos os dias entre as 6 da manhã e as 8 da noite”.

Da família veio também toda uma austeridade e falta de carinho dentro da própria casa. “A palavra amo-te é uma coisa que nunca se disse em família. Sou consequência de uma coisa que os meus pais também o são”, confessou.

Este e outros motivos contribuíram para que a maternidade nunca tivesse sido um dos planos da atriz. “Não quis ser mãe por diferentes motivos. Até que, no meu último ano, pensei: ‘Agora sim, já trabalhei em mim, poderia dar esse passo’”.

Contudo, a escolha da pessoa ideal para partilhar a responsabilidade é o mais difícil para que este passo seja concretizado. “O problema é encontrar um pai, tenho muita dificuldade em apaixonar-me”.

Mas os problemas no amor começaram já na adolescência. “Os meus semelhantes na adolescência, os ‘bad boys’ não prestavam. Todos os meus amores da altura não deveriam ter acontecido”, confessou a artista.

Anabela Moreira recordou uma fase marcante. “A primeira vez que fui traída foi uma dor tão profunda. A segunda, já noutro amor, levou-me a três meses de cama”, disse. Contudo, a dor contribuiu para o fortalecimento: “Fiz o meu luto, e a partir daí nunca mais me conseguiram magoar”.

Apesar de já ter passado por situações muito difíceis, que a atriz preferiu não revelar por “respeito às pessoas envolvidas”, garantiu: “Acho que dificilmente me derrubam. E tive sempre a sorte de me aparecerem as pessoas certas nos momentos mais difíceis”.

Da psicologia à representação

A artista começou por estudar psicologia. Porém, no último ano, percebeu que o seu caminho profissional não passaria por esta vertente. Abandonou o curso para se dedicar ao estudo da representação, na escola de atores “Act”.

No mesmo dia em que terminou o curso de representação, Anabela Moreira foi estagiar para uma casa de alterne. “Só podes representar uma realidade depois de a experimentares”, referiu a artista. “Elas sabiam que eu estava lá como atriz, e indicavam-me para ir ter com os homens que só queriam lá estar para falar”, disse.

O estágio, que durou apenas quatro dias, acabou por ser muito doloroso para a atriz. Mas “foi o início de uma história das muitas vidas que eu tive”, garantiu.

Quanto ao Globo de Ouro que recebeu, em 2022, teve um importante papel para Anabela Moreira. “Tive a sorte de já ter recebido muitos prémios mas desta vez, quando recebi, a única coisa que queria ter dito era a palavra ‘amo-te’ ao meu pai, mas não consegui”, confessou.

Pela primeira vez, o progenitor viu a filha a ser reconhecida, em direto. “O meu pai estava a ver, e quando cheguei a casa beijou-me a mão e abraçou-me. A maior alegria foi sentir que eu não era uma fraude”.

Leia ainda: “Não gostava nada de mim”: Anabela Moreira orgulhosa dos seus 46 anos

Texto: Luís Duarte Sousa; Fotos: Arquivo Impala

 

PUB