João Paulo Rodrigues sobre a ex-mulher: «SENTI QUE A DEIXEI FICAR MAL»

João Paulo Rodrigues abriu o coração a Júlia Pinheiro e falou sem mais palavras sobre o fim do casamento com Juliana Marto. O apresentador e humorista vive um relacionamento com a médica Ana Amaro.

16 Mai 2019 | 22:50
-A +A

João Paulo Rodrigues voltou, esta quinta-feira, 16 de maio, para junto de uma das mulheres da sua vida. O apresentador e humorista foi convidado do programa de Júlia Pinheiro com quem, recorde-se, apresentou as manhãs da SIC entre 2014 e 2018.

Entre outros temas, a dupla conversou sobre o fim do casamento do Jota com Juliana Marto. Júlia lembra o «profundo sofrimento» que Jota sentiu por ter de tomar a decisão que já era irreversível há muito tempo: a separação.

A relação de 12 anos terminou em abril de 2017. O ex-casal tem duas filhas, Rita, de oito anos e Sofia, de dois.

«Foi difícil. Quando o amor termina, não se quer acreditar que ele termina. Por uma lado não queres acreditar que falhaste, que foi um plano, um projeto que falhou, porque tens ali muitas pessoas importantes na tua vida envolvidas, no meu caso, a Juliana, que é uma pessoa importante para mim e vai continuar sempre a ser, de quem gosto mesmo muito», diz, referindo-se à agora ex-mulher.

«Ela tinha uma visão de família, de vida que consistia numa família: o pai, a mãe, os filhos… e isto para sempre. Senti, naquela altura, que a deixei ficar mal. Mas quando o amor termina… Quando tu olhas para uma pessoa e vês amizade e não vês mais nada, manteres-te na vida de uma pessoa, ocupares na vida dessa pessoa um espaço… », desabafa João Paulo Rodrigues.

«Essa pessoa pode ser feliz, pode encontrar alguém que a ame, de todas as formas e que lhe dê tudo aquilo que ela realmente merece», justifica. Não que tivesse de o fazer, mas colocar um ponto final nas especulações tornou-se imperativo para o apresentador. «Ela não compreendeu, espero que um dia compreenda, mas, para mim, foi importante fazê-lo, porque era a minha verdade».

 

«Já estávamos longe um do outro»

 

«Estavas em profundo sofrimento…», voltou a salientar Júlia Pinheiro, que acompanhou toda a fase. «Estava, porque a estava a fazê-la sofrer e estava a fazer sofrer as minhas filhas. Quando eu me separei da Juliana, quando saí de casa, já estávamos longe um do outro antes disso, eu vinha às 4 da manhã de um espetáculo e a primeira coisa que eu fazia era ir ao quarto das minhas filhas. E chegar a uma casa que não era minha e não as ver ali…», lamentou, em relação às filhas, Rita, de oito anos, e Sofia, de dois.

Ainda durante as gravações de Queridas Manhãs, a apresentadora testemunhou a imensa tristeza de Jota. «Descias a chorar, choravas no intervalo. Foi muito difícil, mas aguentaste. E foste muito corajoso, porque és uma homem de caráter. Porque a verdade prevalece».

Atualmente, João Paulo Rodrigues vive uma relação feliz com a médica otalmologista Ana Amaro, que conheceu precisamente durante o período em que esteve à frente do formato Queridas Manhãs, transmitido na SIC, entre 2014 e 2018.

Veja mais:
João Paulo Rodrigues regressa à SIC como ator
João Paulo Rodrigues recorda pai em data especial

 

Texto: Tânia Cabral; Fotos: Reprodução Instagram

PUB
Top