“Fugia da presença dele”: Ex de Pipoca acusa-a de ter relação difícil com enteado

Ex-marido de Pipoca, Ricardo Martins Pereira, falou sobre o divórcio e acusou a comentadora do BB de não ter conseguido cativar o seu filho mais velho.

08 Out 2021 | 16:00
-A +A

Ricardo Martins Pereira, conhecido como “O Arrumadinho”, esteve na tarde desta quinta-feira, 7 de setembro, à conversa com Júlia Pinheiro e quebrou o silêncio sobre divórcio de Ana Garcia Martins. O jornalista falou sobre a relação difícil que A Pipoca Mais Doce sempre teve com o seu filho mais velho, fruto de uma anterior relação.

“Nunca foi muito fácil para a Ana, até porque era miúda, ela conheceu o meu filho mais velho com um ano. Havia ali uma oportunidade de ela criar uma relação com ele desde bebé. Acho que ela desperdiçou essa oportunidade, talvez por ser muito miúda”, desabafou com alguma mágoa Ricardo Martins Pereira. “Tinha 27, 28 anos e historicamente, bastava ler o blogue dela, ela não gostava de crianças e assumia claramente isso. Tinha muita dificuldade em relacionar-se com uma criança e fugia da presença dele. Se eu estava com ele, ela não estava comigo”, recordou, sem esconder a tristeza.

Ex de Pipoca: “Sei que estar calado prejudica-me imenso”

“A Ana tem uma relação com outra pessoa agora, se essa pessoa tivesse a relação com os filhos dela como ela tinha com o meu, tenho a certeza absoluta de que ela não aceitaria isso e que iria sofrer bastante “, afirmou. Ricardo e Ana têm dois filhos em comum, Mateus, de oito anos, e Benedita, de três.

Sobre o que ditou o fim do casamento de 12 anos com Ana Garcia Martins, o empresário justificou com um desgaste natural e a uma falsa compatibilidade de feitios. “Era muito prejudicial para mim e que me levava a anular-me muito. Ou seja, as pessoas não têm noção, mas eu tive várias conversa com a Ana sobre isso”.

Ricardo Martins Pereira salientou ainda que sempre esteve ao lado de Pipoca em todos os momentos da sua vida ou carreira. “Eu estou lá e estou lá atrás a fazer esse trabalho e esse papel. Ao contrário, se calhar não aconteceu a mesma coisa”, frisou, destacando que o facto de ter estado calado quanto ao divórcio não abonou a seu favor. “As pessoas acham que não falamos, é dada essa ideia porque eu não digo nada. Eu sei que estar calado  prejudica-me imenso e a Ana disse-me isso. Muitas vezes, pago uma fatura demasiado elevada por não estar preocupado com que é que as pessoas vão pensar”.

Texto: Carla S. Rodrigues; Fotos: Redes soiais

PUB