“Estava de baixa”: Nuno Santos desmente motivos apontados para saída de Judite Sousa

Judite Sousa revelou que saiu da CNN Portugal. Contudo, Nuno Santos, diretor de informação do canal, revelou ter sido apanhado de surpresa e nega razões apontadas por Duarte Siopa na CMTV.

02 Ago 2022 | 12:50
-A +A

A saída de Judite Sousa da CNN Portugal apanhou tudo e todos de surpresa, incluindo a própria direção de informação da CNN Portugal /TVI, que, segundo Nuno Santos – diretor de informação -, soube pelas redes sociais durante esta segunda-feira (dia 1) à noite.

O responsável entrou em direto no “Dois às 10”, esta terça feira (dia 2), para esclarecer e desmentir o que já foi dito sobre a saída da jornalista, incluindo que não sabiam que Judite Sousa tinha saído do canal, uma vez que estava apenas de baixa  médica e que voltaria dia 11 de agosto.

 

O que foi dito

 

Mas vamos por partes. Judite Sousa confirmou esta segunda-feira que deixou a CNN Portugal. A jornalista revelou a informação em resposta a uma seguidora que lhe perguntou diretamente se tinha deixado a CNN Portugal. “Há mês e meio, obrigada”, respondeu a jornalista.

A resposta de Judite Sousa apanhou todos de surpresa. Numa outra resposta a jornalista assume: “Abandonei sim, denunciei o meu contrato a recibos verdes há mês e meio. Obrigada.”

Duarte Siopa revelou esta manhã na Manha CM, da CMTV os motivos da saída da jornalista da CNN Portugal. “A Judite esteve sete meses a trabalhar, cinco deles sem contrato de trabalho, só há dois meses é que assinou contratou. A Judite Sousa foi para a guerra sem contrato de trabalho e sem seguro de saúde. Ela esteve doente, teve de chamar duas vezes a equipa médica e mais teve de andar a pedir dinheiro emprestado ao câmara porque não tinha dinheiro”, conta o apresentadora.

“A Judite Sousa foi nomeada coordenadora editorial, mas só lhe disseram a ela, não disseram às equipas. A Judite sente-se uma mulher que foi traída, sofreu de bullying e que não foi apoiada pela estação, por estes motivos saiu da CNN Portugal. A Judite teve cinco meses a trabalhar sem receber um euro. Ela passou um recibo verde para receber.”

 

Nuno Santos desmente motivos apontados para saída de Judite Sousa

 

Nuno Santos, diretor de informação da CNN Portugal, revelou que a saída de Judite Sousa do canal o deixou surpreso. “A saída da Judite é uma circunstância que nos deixa tristes. Vamos lá por partes. Ponto número 1: “Nós tivemos conhecido ontem através das redes sociais que a Judite terá denunciado o seu contrato de trabalho. Para nós isso foi uma novidade. Não é essa a informação que temos aqui. A Judite tem um contrato de prestação de serviços com a TVI e com a CNN Portugal e está de baixa médica a seu pedido até ao próximo dia 11 de agosto”, começa por dizer, esclarecendo de seguida a alegada falta de dinheiro que Judite terá sentido quando estava em cenário de guerra.

“Ponto número 2: “A Judite foi para Leviv, na Ucrânia, obviamente com um seguro. (Sobre o ter pedido emprestado dinheiro ao câmara) Isso não tem correspondência com a verdade”, assume.

Nuno Santos prossegue: “Também sobre uma nota divulgada por um canal de televisão que tem obviamente tem ajustes de contas para fazer connosco de que nós do ponto de vista editorial não teríamos colocado à Judite todos os meios para ela fazer o seu trabalho. Isso não é verdade, a Judite escolheu a equipa com a qual queria trabalhar, escolheu esse conjunto de pessoas e nós equipa de direção demos todo o apoio nesse processo, eu diria até que, se houver alguma circunstância que nos pode ser apontada, e isso foi, porque as redações são assim, foi um apoio excessivo por contraponto com outros produtos”, sublinha Nuno Santos.

O diretor de informação da CNN Portugal esclarece ainda por que só agora falou do assunto. “Não nos pronunciamos ainda sobre esta situação porque a Judite, pela sua carreira, o que ela fez nesta casa nos merece muito apreço. Mas nós não podemos deixar que no espaço público se digam inverdades, mentiras sobre o que está a acontecer e não permitiremos que isso aconteça. Tenho a obrigação de defender a minha equipa”, termina.

A jornalista tinha regressado ao ecrã em novembro de 2022, depois de ter deixado a TVI no final de 2019. Foi ela o primeiro rosto da CNN Portugal.

A Maria tentou contactar Judite Sousa mas até ao momento não teve reposta.

 

Texto: Ana Lúcia Sousa; Fotos: redes sociias

PUB