“É uma merd*!”: Luísa Barbosa em depressão após entregar filha ao ex-companheiro

Luísa Barbosa assumiu que ficou a “deprimir” naquele que é “dia de entregar” a filha ao ex-companheiro. Quando é o pai de Aura a ter de despedir-se dela “é igual”, reconheceu a apresentadora.

27 Jun 2021 | 18:00
-A +A

Luísa Barbosa anunciou o fim da relação com Francisco Beatriz, de quem tem uma filha, Aura, de dois anos, em dezembro de 2020. Embora o ex-casal mantenha uma boa relação, a menina passa uns dias com o pai e outros com a mãe, tal como acordaram na regulação do poder paternal. Ainda assim, a apresentadora confessa que não é fácil despedir-se da filha.

“Dia de entregar a cria… e deprimir. Não tenho falado muito sobre isto por aqui, e não é que eu não goste de ter algum tempo para mim, tal como qualquer pessoa gosta… Mas ter de me despedir da minha filha todas as semanas é uma m&$#@!”, começou por referir Luísa Barbosa num longo desabafo na sua página do Instagram.

 

Luísa Barbosa: “Vou ali enfardar hidratos de carbono”

 

“Sei que para o pai dela é igual. Nós temos sorte porque vemos a nossa filha sempre que queremos, continuamos a respeitar-nos e a tentar garantir que estamos presentes o mais possível. Mas é uma m&$#@!”, acrescentou, ao mesmo tempo que disse o que faz para combater a falta de Aura em casa.

“Sei que tinha mais piada vir aqui falar do descanso e do tempo que tenho quando ela não está, mas hoje não me apetece. Em vez disso, vou ali enfardar hidratos de carbono e desligar o cérebro enquanto vejo uma série. Um grande abraço para todas as mães e pais separados que sentem o mesmo”, concluiu.

Mãe babada, Luísa Barbosa referiu em tempos que a maternidade é um desafio. “É algo que nos leva aos limites, com o que isso tem de bom e de menos bom. Os sorrisos nunca foram maiores mas o cansaço também não”. Recentemente, mostrou-se num momento de ternura com a filha. “À medida que eles crescem, as sestas ao colo são cada vez menos e cada vez mais preciosas. (…) Aproveitem as coisas pequenas, os miminhos, os pormenores”, afirmou.

 

Texto: Carla S. Rodrigues; Fotos: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB