Diogo Carmona lamenta falta de oportunidades na ficção: “Estou aqui”

Diogo Carmona tem estado longe do pequeno ecrã desde que fez a série “Golpe de Sorte”, na SIC. Agora, aguarda por novas oportunidades, numa altura em que admite sentir-se bem

21 Ago 2021 | 9:50
-A +A

Diogo Carmona está sem oportunidades na área da representação. O jovem, que em outubro de 2019 foi atropelado por um comboio, em São João do Estoril, tendo ficado sem o pé esquerdo, tem lutado para regressar à profissão de ator, mas não tem sido fácil a sua luta. A última aparição que fez no pequeno ecrã foi em 2020, no papel de Simão, em “Golpe de Sorte”, da SIC e, desde então, que não tem tido mais convites.

Em declarações exclusivas à TV 7 Dias, Diogo Carmona explica que a sua participação na série, protagonizada por Maria João Abreu foi prematura devido ao “estado físico e psicológico em que estava. Cheguei a ir a estúdio fazer ensaios e ainda não tinha prótese. Tinha apenas muletas e uma perna de apoio e psicologicamente ainda não estava recuperado. Foi prematuro na altura, hoje consigo perceber isso, mas eu dei o meu máximo. Achei que estive à altura”.

No entanto, quase um ano depois do trágico acidente, o ator garante estar preparado para regressar em força. “Nestes últimos meses tenho estado a aprender, a ler, a aprofundar o meu trabalho como ator e sinto que estou preparado. Tenho agarrado no telemóvel e tenho ligado para as pessoas a dizer que estou bem, estou aqui. Não tenho recebido nenhum contacto porque também me pus de parte, mas agora é altura de dizer ‘eu estou aqui'”, desabafa.

 

Diogo Carmona não tem recebido convites para trabalhar

 

Na opinião de Diogo Carmona, que não tem “recebido nenhuma chamada” com ofertas de trabalho, “acho que está na altura de eu ter uma grande oportunidade e creio que agora é o tempo certo para isso acontecer. Acho que as pessoas deviam olhar para mim e dar-me o valor que tenho, que sei agora que tenho. Mais cedo ou mais tarde eu vou triunfar, por mais nãos que me digam”, conclui.

 

Texto: Carla Ventura (carla.ventura@impala.pt); Fotos: Arquivo Impala e Reprodução Instagram 

PUB