EXCLUSIVO: Cláudio Coelho CONFESSA sentir a FALTA DO PAI!

Cláudio Coelho confessa, em exclusivo à TV7 Dias, um dos seus grandes desejos de Natal. Afastado do pai há duas décadas, o nortenho revela que gostava de voltar a relacionar-se com o progenitor.

12 Dez 2018 | 20:00
-A +A

Para Cláudio Coelho o Natal não tem o tão comum brilho especial. O ex-concorrente de Love On Top diz não ser muito ligado a este tipo de datas, uma vez que não tem consigo as pessoas que as tornariam mais especiais.

Em conversa com a TV7 Dias, o campeão de poker revelou como se sente a respeito desta época natalícia e confessou sentir falta de algumas pessoas importantes.

«Nunca fui muito ligado a datas especiais, essencialmente pelas lembranças dos ente queridos que não estão entre nós e aqueles que, por motivos de força maior, também não podem estar reunidos em convívio famíliar, ou pela distância ou por compromissos profissionais», começa por dizer.

 

Espreite também: Cláudio Coelho CONTA: «Estou pronto para casar»

 

Cláudio revela que os avós maternos e o pai, com quem não mantém contacto há cerca de 20 anos, são as pessoas de quem mais sente falta.

«Há cerca de vinte anos, mais ou menos, o meu pai separou-se da minha mãe e a minha mãe ficou comigo e com o meu irmão, muito pequeninos. Desde essa data, nunca passámos o Natal com o nosso pai. É uma data um pouco nostálgica porque é o nosso pai, embora já estejamos ambientados a isso», desabafa.

 

«Um dia talvez exista a oportunidade de termos uma conversa»

 

Quando questionado sobre o desejo de voltar a ter o pai presente na sua vida, o ex-concorrente do reality show da TVI revela:

«Apesar de a minha mãe hoje estar com uma pessoa fantástica, que eu prezo muito, obviamente que um pai faz sempre falta» , explica Cláudio.

O jogador de poker diz ainda que a presença do progenitor, apesar de todo o tempo que passou, seria sempre uma mais valia. «Creio que 99% dos pais fazem falta aos filhos, por muito que os filhos ou pais por vezes achem que não», diz Cláudio.

 

Veja ainda: Cláudio ASSUME sentimentos pela EX: «gosto dela, foi a pessoa mais especial que tive»

 

O ex-Secret Story conta que o seu maior desejo é o bem estar do pai. «Acima de tudo, quero que ele esteja bem. Um dia talvez exista a oportunidade de termos uma conversa, como dois adultos. Para lhe apontar alguns erros e alguns compromissos que não teve.»

Cláudio tinha cerca de 11 anos quando o pai saiu de casa. O nortenho e o irmão mais novo, Miguel, foram criados pela mãe e pelos avós maternos de quem assume sentir saudades.

«Os nossos avós sempre foram pessoas excecionais e estiveram sempre presentes. Nesta data, sentimos sempre saudades e gostávamos de estar junto deles. Infelizmente, não é possível», confessa.

Texto: Marisa Simões; Fotos: DR e Reprodução Instagram

PUB